A Tradução vivida – Paulo Rónai_(in memoriam)

O ensino da tradução só pode partir de exemplos concretos e deve ter em vista, sobretudo, flexibilizar a mente do tradutor e mantê-la em estado de alerta para que saiba lembrar precedentes ou, se for o caso, inventar novas soluções. a


CÓDIGO DE ÉTICA DOS TRADUTORES – VER MAIS >>

SINTRA SINDICATO NACIONAL DOS TRADUTORES (Parte integrante dos Estatutos do Sindicato Nacional dos Tradutores – SINTRA) Aprovado em Assembleia Geral em 19 de fevereiro de 1991 CAPÍTULO I Princípios Fundamentais Art. 1º São deveres fundamentais do tradutor: §1º respeitar os textos ou outros materiais cuja tradução lhe seja confiada, não […]


Joanna de Ângelis – Veja mais >>

“A única missão que temos ao estar neste planeta é a de realizar a autocura. Esse é o propósito que tanto se procura, e não qualquer outra coisa. E a própria vida se encarrega de trazer as experiências e os relacionamentos necessários para que tal cura seja estabelecida. Em seu […]